Vargem Grande - Pedalada carioca.

08/05/2016

 

Como compromisso da cidade com o Comitê Olímpico Internacional, em 2009, foi assumido que o Rio construiria ciclovias para interligar as quatro zonas de competições da cidade e muito mais.

Naquela época, também para inglês ver, foi iniciada a “duplicação” da Estrada dos Bandeirantes, que é a terceira via da cidade em extensão. Prometeram dobrar as faixas e criar uma ciclovia ao longo de seu trajeto.

Entretanto, mesmo tendo sido "inaugurada" há poucos dias, até hoje "duplicada" a via não foi. Felizmente retiraram a maioria dos postes que ficaram plantados no meio da pista, mas, ciclovia, não tem.

Depois de sete anos de obras, eis que agora rasgaram a Estrada para assentamento das redes pluviais, de água e gás.

Não teria sentido prever que tais tubulações teriam que passar por baixo do asfalto para atender às necessidades da região, integrando-as a essas comodidades do século XIX.

Não bastasse, temos ainda como promessa de campanha daquele que não curte Maricá; a construção de necessária ciclovia parar interligar os bairros de Vargem Grande e Vargem Pequena até a Av. das Américas e a praia do Recreio. Cuja utilização não se restringe à OlimPIADA.

Mesmo com o desabamento da ciclovia que devolveu a vista do mar aos cariocas, ainda temos esperança na conclusão dessas obras.  Até porque essas duas não têm risco de cair.  No máximo, teremos apenas os buracos e postes que costumam largar pelo caminho.

Please reload