Condenados ao sucesso

Cassius Mohammad Ali Clay, 74, “sou livre para ser aquilo que quero ser”.

Michael Schumacher, 47, “sou humano e também erro”.