Delação de amor

A doleira Nelma Kodama, que se dizia amada amante do lava-jato Alberto Yousseff, mostrou tudo na delegacia e, agora, com espora eletrônica, vai cantar noutro galinheiro.