A Igreja de Cabral


Como sabem os leitores mais bem informados, habituées deste espaço, Cabral e Adriana estão estudando Teologia à distância, em busca da purificação da alma e da liberdade física e fiscal. Investirão em um nicho até aqui não explorado com exclusividade, com vistas à passagem da terceira idade desta para melhor. Melhor idade, e não ao outro plano, sem previdência ou crédito consignado.

Louve-se a envergadura da iniciativa de fé, mas ocorre que, com o seu marqueteiro atuando no campo do adversário, Tinhoso como ele só, não há como contar com os préstimos profissionais do publicitário, hoje um delator infame de seus exagerados pecadilhos.

Para complicar a guerra santa contra os maus espíritos, seu amarra-cachorro Carlos Miranda, outrora o melhor amigo do homem, tem amarrado à sua caluniosa delação declarações que não a de renda. Dentre outras, tratava-se de incumbência pregressa do enlaça canino, para tanto remunerado 14 vezes no ano. Isso porque o assalariado recebia todos os seus direitos, incluindo a décima terceira propina e o décimo quarto jabaculê, a título de gratificação de férias, usualmente desfrutadas em Mangaratiba.

Cumpre registrar, inclusive em carteira, que tudo era função das vultosas sobras de campanhas, disputadas palmo a palmo entre a Construtora Delta, a Carioca Engenharia e a onipresente Odebrecht.

Sua Reverendíssima, sumo pontífice em formação acadêmica, papa longe da faculdade, porém próximo do reino dos céus, deseja cadastrar na Receita desde logo o nome e o CNPJ da igreja que há de promover a sua definitiva libertação das amarras fiscais terrenas e demais atividades profanas.

Já estão abertas as inscrições para obreiros, pastores e sacerdotes de todos os sexos, inclusive aqueles em processo de mudança. Entretanto, por uma questão de fidelidade, as crédulas velhinhas de Copacabana terão preferência na formação de seu rebanho. Aqueles quem viram o musical Sassaricando mais de três vezes terão desconto de 50% das mensalidades do curso de formação de diáconos.

Não há joia além das de família, de mais de 18 quilates, com nota fiscal e certificado de pureza e garantia. Não serão aceitas, até segunda ordem, peças das joalherias Antonio Bernardo e H.Stern, tendo o fiel que procurar uma casa de penhores ou o guichê da saudosa Caixa.

As esmolas, dízimos e demais contribuições pecuniárias poderão ser entregues, até a obtenção do CNPJ e do respectivo certificado de isenção tributária, na cozinha do Antiquarius, no Leblon.

Após uma série de pesquisas quantitativas e qualitativas, três nomes deverão ser submetidos à população para escolha desse reduto de fé, hoje circunscrito ao Palácio Papal de Benfica, a saber: 1 - Assembleia Legislativa de Deus, 2 -Igreja Estadual do Reino de Deus, 3- Testemunhas de Jucá.

Escolham e encaminhem o voto para a urna 7, na coirmã de São Januário, aos cuidados de Adriana, responsável pela papelada.

#SérgioCabral