Gravidez flex


A recente revelação de Lula aos fiéis de que, em verdade, encarnaria pedacinhos de células de todos os apoiadores abriu as portas para nova estratégia da defesa. Palavra da salvação.

Isso porque o público feminino é parte considerável do grupo formador do líder máximo da crédula espécie. Portanto, como havia fragmentos de úteros, ovários e trompas no fenômeno de multitransmutação anunciado pelo messias da seita, e que a liberdade religiosa é um dos pilares irremovíveis da nossa sociedade, caberia recurso para Lula ser beneficiado pelo habeas corpus coletivo que, graças à Lei Adriana, deixará em prisão domiciliar todas as grávidas e mães com filhos até 12 anos.

Como Lulinha, o mago dos games, já passou dos quarenta, e o professor de educação física que presta consultoria em Ctrl C Ctrl V de última geração já atingiu a maioridade, embora não pareça às nossas autoridades policiais, o fato de atualmente ele ser viúvo não o beneficiaria.

Entretanto, hoje há consenso dentro do PT de que Lula deve engravidar para gerar, também Ele, um filho de Deus de forma não usual, pois, a despeito de ser espada, deve emprenhar para socorrer o partido. Palavra da salvação.

Sem preconceito, ainda que várias das células femininas já tenham atingido a menopausa, caberia ao iluminado a barriga de aluguel para dar à luz, ainda que qualquer forma de locação onerosa jamais tenha sido aceita pelo gestante, acostumado à cessão, à doação e ao empréstimo gratuito por parte de amigos.

Qualquer tentativa de desqualificação do habeas corpus preparado para o santo homem parir poderia ser taxada de preconceito contra o idoso e o gestante flex, pós-trans.

Fato é que, se Lula vivia em TPM, desancando Okamoto, Gilbertinho e os advogados mais próximos, em especial o desastrado mauricinho, depois que o Mestre se arrumou com um experiente defensor, já não esconde de ninguém o seu estado interessante, que há de deixá-lo fora da cadeia por, no mínimo, 13 anos. Quem venham os charutos de Cuba para celebrar a boa nova.

#Lula